domingo, 8 de novembro de 2009

O QUE FOI A 'TRANSFIGURAÇÃO' DE JESUS?


Hoje direi o que penso em poucas palavras sobre o fenómeno da 'transfiguração' de Jesus no alto do Monte Tabor onde subiu para 'orar' na companhia de 3 dos seus discípulos (Pedro, Tiago e João), porquanto teve a ver com um Contacto com seres de outro nivel pelo modo como tudo aconteceu, pois a certa altura as suas vestes e o rosto ficaram completamente iluminados, transfigurados, como se um foco de luz intenso se projectasse sobre ele no meio do escuro.

Depois apareceram dois "varões" (homens) que os discípulos confundiram com Moisés e Elias (já falecidos há muito tempo) e pretendiam fazer um tabernáculo para todos pernoitarem ali naquela noite (lógico que não eram espíritos e sim seres físicos), sendo que desceu sobre o local uma “nuvem luminosa” (ou nave radiante) que os cobriu a todos e nela entraram.

Jesus disse mesmo aos 3 díscípulos para não temerem quando entraram na tal 'nuvem' e não contassem a ninguém o que tinham visto naquele local. Ler o que está escrito em S.Mateus, 17: 5 e 6, e S.Lucas 9: 34.

De resto, não é por acaso que hoje existe junto ao lago Tiberiades uma construção tipo "OVNI" (Objecto Voador Não Identificado) no local onde era a casa de Pedro, cujas fotos se podem ver em baixo:




Recordo que Pedro foi um dos discípulos que esteve presente no local onde se deu a tal ‘transfiguração’ e viu tudo o que se passou no interior da tal 'nuvem luminosa' que desceu sobre todos... Doutro modo, não faria sentido que o próprio Jesus Cristo precisasse subir ao alto de um monte para orar quando ele próprio nos ensinou a fazer isso em nosso quarto, nossa casa ou em qualquer lugar.

Finalmente, creio que não estamos sós no Universo e muitas coisas como os 'Crop Circles' e os milhares de avistamentos de Ovnis em todo o Mundo nos tempos que correm, são alguns sinais que é preciso saber interpretar para saber verdades e desmistificar fantasias religiosas que impedem as mentalidades de evoluir ou progredir para outras realidades,  tendo em conta que o Mundo está prestes a passar por uma Grande Transformação, necessária de resto para uma Nova Era aqui na Terra onde a Humanidade está cada vez mais em perigo pela forma como vive e se comporta podendo levar o Mundo à destruição.

Por isso, creio num eventual Contacto com Sere de outra ordem evolutiva, vindos do Espaço, que serão talvez os tais 'Anjos e 'Santos' que Jesus refere no seu Sermão Profético para tempos de "Juizo Final" dizendo que viriam sobre as ‘nuvens’ do céu com “poder e grande glória” (no meio de brilho) para fazer aqui uma certa Intervenção. A sua missão é ajudar a salvar a Humanidade e creio que já existe um plano de evacuação para os muitos que serão recolhidos no Planeta nos dias de grande atribulação e serão esses decerto os que constituirão a Nova Civilização. Se assim não fosse, "nenhuma carne (vida física) se salvaria", dizia Jesus Cristo na parte final do seu Sermão.

Quem puder entenda...

Pausa para reflexão!

Rui Palmela

23 comentários:

Nilton Vargas Rodrigues disse...

Olá amigo, sou do Brasil.
Sinto um aperto no peito, sempre que leio sobre esses assuntos. Fico feliz por aqueles que serão salvos nesse "Novo Mundo" que está por vir pelas mãos dos outro seres "filhos de Deus", fico feliz por aqueles que conseguiram aprender a acreditar naquilo que a razão não pode explicar, entretanto fico também deveras triste por não ver o interesse da Humanidade em adquirir conhecimentos desse tipo.

Entristeço-me ao ver a falta de preparo dos nosso irmãos para lidarem com um tema tão sério. E o pior, há desdém em seus corações afetados pelo modo de vida contemporâneo efervescente que adotamos, sem ter tempo para refletir e procurar a verdade em si mesmos.
Há desdém quanto ao assunto, uma vez tentei transmitir esse conhecimentos a um amigo, mas ele desconsiderou as minhas palavras.

Mas, de qualquer maneira, continue escrevendo no seu blog, pois os textos conferem muitos conhecimentos àqueles que os leem e, e ventualmente, alguém que necessite saber das verdades pode passar por aqui.

Muito obrigado. Muita luz e um abraço freaternal!

Ricardo disse...

Parabéns pelo artigo, amigo Rui... E acredito que o Nilton tenha toda razäo em seu comentário, mas a seguinte noticia é bastante alentadora. Eu a postei em um otro tópico teu, mas acredito bem pertinente que também possa estar postada aqui... e desta vez a traduzo para o português:

"ONU designará embaixadora para dar boas vindas aos extraterrestres."
Prensa Radio Santiago-Chile, 27/09/2010.

O Daily Mail informa que, de fato, a ONU se prepapara para nomear um embaixador para dar as boas vindas aos extraterrestres, em nome dos terráqueos.

Seria designada Mazlan Othman, uma astrofísica da Malásia, que na atualidade dirige a Secretaria de Assuntos Extraterrestres das Naciones Unidas.

O programa destinado a criar esta secretaria, será debatido por comitês científicos das Naçöes Unidas e poderá terminar como 'ordem do dia', durante a Assembéia Geral.

Mazlan Othman, que apresentará seu futuro papel, possivelmente de forma oficial em uma conferência na Inglaterra durante a próxima semana, disse recentemente que os seres humanos devem estar preparados para entrar em contato com os extraterrestres."

Wow... "De fato e finalmente, os macacos estäo evoluindo!!!" Viva o alvorecer de uma nova Consciência!
Saudaçöes!

Rui Palmela disse...

Olá amigo Ricardo, é um prazer tê-lo aqui neste meu Blog comentando vários artigos que naturalmente apreciou por estarem de acordo com seus pontos de vista, tal como este da 'transfiguração' de Jesus que para mim foi outra coisa diferente daquilo que a religião católica e muitos evangelistas entendem.

Efectivamente ele dizia até aos seus discípulos que ainda não estavam preparados para conhecer a verdade e creio que isso acontece ainda hoje a tanta gente que se diz crente e lê a Bíblia ou os Evangelhos interpretando do seu modo bem limitado.

Pouca gente tem sua intuição desenvolvida para saber outras verdades bem maiores que só pelo espirito se revela e este não está limitado aos homens e às religiões.

Já agora, meu amigo Ricardo, deixo aqui um link sobre a Verdade dos Extraterrestres que um dia toda a gente terá de saber:

http://www.novaera-alvorecer.net/a_verdade_dos_extraterrestres.htm

O meu abraço fraterno

Rui Palmela

Rui Palmela disse...

Esqueci de agradecer, amigo Ricardo, a preciosa informação que deixou aqui a respeito do que se prepara na ONU designando uma embaixadora para receber os Extraterrestres, porém eles sabem com quem querem contactar e já o fazem há muito tempo sabendo onde encontrar quem pretendem.

No entanto percebo sim que possa haver um reconhecimento oficial a alto nível por parte da ONU nomeando alguém como seu representante perante a evidência do que se irá passar.

Um abraço meu irmão

Rui Palmela

Jorge Luiz Vidal disse...

A transfiguração de Jesus é a prova mais evidente na Biblia de que ele era um alienígena. Para mim isso é assunto encerrado.

Rui Palmela disse...

Alienígena sim, mas no sentido da mais elevada estirpe espiritual, caro Jorge Vidal. Um Mestre ou Instrutor da Humanidade que mostrou o caminho da vida rumo à Eternidade.

Claro que era um Extraterreste, sim, pois isso mesmo ele o confirma dizendo aos seus discípulos que seu Reino não era deste mundo e sim acima dele.

Aliás, "Na Casa do meu Pai (o Universo) há muitas moradas", refere os Evangelhos de S. João.

Pausa para reflexão!

Rui Palmela

luiz de paula naves disse...

Quanta sandice! Aindq bem que Deus, na Sua infitia misericórdia, peroa a todos, indistintamente.

Rui Palmela disse...

Quanta 'sandice' porquê, caro Luiz de Paula Naves (ou Neves)?

Utilizando suas palavras, ainda bem sim que "Deus em sua Infinita Misericórdia perdoa a todos indistintamente", sejam crentes ou ateus, cépticos ou ignorantes, mesmo os que discordam com soberba dos que falam com entendimento da verdade, aquela que não é exclusiva de ninguém mas vem do Espírito que é livre e se faz presente em todos os que procuram a luz encontrando respostas em seu coração.

Vejo que você é uma pessoa impedida de pensar e raciocinar livremente, tal como Deus nos concedeu essa faculdade que devemos usar tornando-nos sábios e conscientes. Infelizmente isso não acontece em tantos que se dizem crentes em Deus, porque fecharam sua mente com as crenças de religiões que impedem o 'Espírito' de se manifestar livremente em seus corações.

Já agora, uma vez que discordou do meu raciocínio face ao que escrevi sobre a 'tansfiguração' de Jesus (decerto que Ele não se ofendeu comigo tanto como você), então exprima livremente seu pensamento sobre o assunto, não se limite apenas em chamar de 'sandice' a algo que decerto não entendeu.

Pupila de Shaddai disse...

Infelizmente sinto em lhe dizer que querido e amado. O texto até começou bem, mas quando começou a falar de extras terrestres mudou todo o sentido da palavra de Jesus. Ou seja a luz que estava soibre Jesus quando foi transfigurado nada mais era doque PAI , FILHO E ESPIRITO SANTO JUNTOS. As duas pessoas que Pedro confundiu como se fosse Moisés. Mas creio que ele entendeu a resposta do próprio PAI com sua voz dizendo este é meu filho amado que me aprazo. Portanto leia e creia nas coisas da biblia leia ... NAO RENEGUE O QUE O ESPIRITO DE DEUS DIZ AS IGREJAS OU SEJA SOMOS NÓS.

Rui Palmela disse...

Prezada amiga e irmã "Pupila de Shaddai",

Eu entendo bem sua dificuldade em vislumbrar algo para além do que aprendeu nos textos bíblicos que sendo escritos numa linguagem própria da época ainda hoje se encontra velada para tantos leigos e religiosos que criaram muitas fantasias e deram suas próprias interpretações. Jesus sabia isso melhor do que ninguém e por isso falou duma forma alegórica para que muitos não interpretassem ao pé da letra as coisas que disse e sim descobrissem pelo "espírito" da palavra a verdade que liberta do erro e da ignorância e essa seria revelada a todos os que a procurassem dentro de si mesmos.

E mais ainda concluiu dizendo "bem-aventurado o que não duvida daquilo que aprova"... dirigindo-se certamente aos que contrariam as crenças dominantes das religiões que infelizmente não sabem ou não querem saber nada de outras interpretações além das suas julgando-se detentores absolutos da verdade que não é exclusiva de ninguém e cada um pode ter acesso a ela, como eu próprio que também sou um "filho de Deus", tal como Jeus a quem amo de coração e decerto não fica aborrecido comigo por eu ter escrito aquilo que penso sobre o que teria sido a sua 'transfiguração'.

Mas já agora gostaria que me desse uma opinião válida (sem fantasias religiosas) sobre o facto de haver hoje uma construção parecida com um Ovni no lugar onde viveu Pedro, um dos 3 discípulos que esteve com Jesus no alto do monteTabor onde subiu para 'orar' e depois desceu no local uma "nuvem luminosa" onde todos entraram e Jesus disse aos discípulos para não falarem a ninguém daquilo que viram, além de que os "dois varões" com quem eles falaram não era seguramente aquilo que vc diz.

Por fim, vc me aconselha a ler a Bíblia e eu já o faço há muitos anos, do mesmo modo que leio muitos outros livros do Conhecimento. "Analisai tudo e retende o que é exelente"... dizia S.Paulo, e é isso que faço, minha amiga.

Portanto, as nossas visões das coisas podem ser diferentes por eu ser um pensador livre e não estar limitado ás interpretações das Igrejas e Religiões cheias de dogmas e contradições.

Fico grato, porém, pela sua preocupação em tentar esclarecer-me de algo que a seu tempo saberemos quem tem razão. Até lá, continuarei sempre a falar daquilo em que acredito ciente de que nosso Pai Celestial me corrigirá se eu estiver errando.

Um abraço fraterno

Rui Palmela

Anônimo disse...

Sou cristã, creio em Deus , e no seu Filho Jesus Cristo, Salvador do mundo.
Jesus Cristo realmente era extraterrestre , pois ele mesmo disse …” Eu não sou deste mundo…” Jesus Cristo não é daqui,
desta Terra , e de nenhuma outra galáxia deste Universo visível. Ele é de uma outra dimensão , um outro Universo, que
nossos melhores telescópios , não poderão jamais captar sua imagem, pois trata-se de uma dimensão totalmente espiritual,
onde estes olhos carnais,não podem enxergar. Cristo se fez carne , sem pecado, e dentro dessa matéria, havia um espírito, luz , energia, como se preferir,
tão poderoso , que no Monte da transfiguração , podemos constatar isso : seu rosto resplandeceu como o sol e seus vestidos brancos como a luz.
Podemos observar o poder que estava nele.
Nesse momento da transfiguração , o que ocorreu com a sua matéria? Ela se fundiu com o seu espírito. Ele tinha esse poder para tal, pois Nele não havia o pecado(morte da carne).
Para quem crê em anjos, esses seres de pura energia, também têm o poder de materialização.
Cristo irradiava virtudes, energia divina , até pelos seus poros, devido à grandeza do seu espírito, pois afinal , sendo Filho de Deus , ele também era e é Deus.
Podemos verificar isso , naquela parte , onde a mulher que tinha o fluxo de sangue , lhe toca para obter a cura, e Jesus imediatamente diz que alguém Lhe tocou , pois dele saiu virtude.
Cristo curou e ressuscitou a muitos, e também tinha poder , para fazer o mesmo consigo. , mesmo que chegasse à morte , como ocorreu na cruz.
Em certo trecho da Biblia , ele diz:…” O Pai tem a vida em si mesmo , e deu para o filho , também ter a vida em si mesmo.
Sua missão não foi gerar uma descendencia , pois como ele mesmo disse : …”derramarei do meu sangue , e resgatarei a muitos.”
Cristo , nos seus ultimos dias , disse aos seus díscipulos , que após todos aqueles acontecimentos que iria lhe ocorrer , partiria junto ao Pai; e que os discípulos os amassem de verdade, deveriam
se exultar com isso., e não chorarem pela sua ausencia.

Anônimo disse...

Sou cristã, creio em Deus , e no seu Filho Jesus Cristo, Salvador do mundo.
Jesus Cristo realmente era extraterrestre , pois ele mesmo disse …” Eu não sou deste mundo…” Jesus Cristo não é daqui,
desta Terra , e de nenhuma outra galáxia deste Universo visível. Ele é de uma outra dimensão , um outro Universo, que
nossos melhores telescópios , não poderão jamais captar sua imagem, pois trata-se de uma dimensão totalmente espiritual,
onde estes olhos carnais,não podem enxergar. Cristo se fez carne , sem pecado, e dentro dessa matéria, havia um espírito, luz , energia, como se preferir,
tão poderoso , que no Monte da transfiguração , podemos constatar isso : seu rosto resplandeceu como o sol e seus vestidos brancos como a luz.
Podemos observar o poder que estava nele.
Nesse momento da transfiguração , o que ocorreu com a sua matéria? Ela se fundiu com o seu espírito. Ele tinha esse poder para tal, pois Nele não havia o pecado(morte da carne).
Para quem crê em anjos, esses seres de pura energia, também têm o poder de materialização.
Cristo irradiava virtudes, energia divina , até pelos seus poros, devido à grandeza do seu espírito, pois afinal , sendo Filho de Deus , ele também era e é Deus.
Podemos verificar isso , naquela parte , onde a mulher que tinha o fluxo de sangue , lhe toca para obter a cura, e Jesus imediatamente diz que alguém Lhe tocou , pois dele saiu virtude.
Cristo curou e ressuscitou a muitos, e também tinha poder , para fazer o mesmo consigo. , mesmo que chegasse à morte , como ocorreu na cruz.
Em certo trecho da Biblia , ele diz:…” O Pai tem a vida em si mesmo , e deu para o filho , também ter a vida em si mesmo.
Sua missão não foi gerar uma descendencia , pois como ele mesmo disse : …”derramarei do meu sangue , e resgatarei a muitos.”
Cristo , nos seus ultimos dias , disse aos seus díscipulos , que após todos aqueles acontecimentos que iria lhe ocorrer , partiria junto ao Pai; e que os discípulos os amassem de verdade, deveriam
se exultar com isso., e não chorarem pela sua ausencia.

Romão Casals disse...

Aqui temos uma questão intrigante não frequentemente relatada pelo cristianismo, a transfiguração é mais um enigma que alimenta diversas fantasias para uma única realidade, a minha opinião é irreversivelmente oposta à divergência da singularidade.

Nunca direi que a verdadeira essência de Deus é pertence de uma civilização aos limites do universo ou qualquer outra convencionalidade deste tipo.

Eu compreendo que de alguma forma incompreensível ao entendimento humano, Jesus é verdadeiramente o filho do criador, a ele pertence o dom da palavra onde o verbo se torna a vida.

Se ponderarmos a possibilidade em que o evento narrado pelos apóstolos não é mais que um intencional encontro com alienígenas, não vislumbro simultaneidade que comprometa a divina origem de Jesus.

Anônimo disse...

esse especulação que você apresentou
parece ter muito sentido ao que foi
dito até por que a biblia fala sobre o atual governo que é o governo da besta e que a biblia é um livro manipulador de mente sábios são aqueles que fogem da biblia e que se desprende disso tudo mais faz toda a lógica

Romão Casals disse...

Se analisarmos a simplicidade na natureza, verificamos que a realidade é muito mais estranha que a intrinsecamente débil fantasia que sustenta a imaginação. Não pretendo desvalorizar a legitima interpretação do Rui, apenas pretendo colocar uma possível adaptação na perspectiva dos acontecimentos.

É importante compreender que nem tudo pode ter uma explicação objectiva, existe algo que nos escapa aos limites da própria existência. Também é possível aceitar intuitivamente o que nos parece desconcertante ultrapassando o convencional, pois nem mesmo os céus são capazes de conter tamanha grandeza. Esta é a luz inacessível na qual habita Deus.

A Transfiguração de Jesus é a concretização máxima da realidade humana, Jesus fala aos discípulos a respeito de seu Reino e da segunda vinda na glória, mas ao escutarmos a palavra constatamos que eles não estavam muito seguros do que lhes fora anunciado sobre este reino.

Para que tivessem firme convicção, deu-lhes ver maravilhosamente a divina manifestação do monte Tabor, imagem prefigurada do reino dos céus. Pedro, Tiago e João, são os escolhidos e estarão com Ele no Getsémani. Na Transfiguração, Jesus quer revelar a luz aos apóstolos e começa por encaminha-los ao alto, até ao cume, e ao aproximar-se começa a iluminar-se o escuro.

Jesus que admiramos na Transfiguração é o mesmo que contemplaremos na manhã da Ressurreição. Suas vestes testemunham isto, a eclosão da divindade, do sopro de vida, a mesma vida que é a luz dos homens. (João 1:4)

O seu rosto resplandeceu como o sol, suas vestes tornaram-se brancas como a luz, tão brancas que nenhuma lavadeira do mundo poderia alvejá-las deste modo. Aparece então Moisés e Elias, que conversavam com Jesus. Os apóstolos caem no chão diante de tal realidade, eis que apareceu uma nuvem que os encobriu e dela surgiu uma voz que dizia: “este é meu Filho muito-amado, escutai-o!”. Logo após, não viram mais ninguém, a não ser Jesus, só, em sua simplicidade humana, junto a eles.

Por não terem suportado tamanho esplendor, caem prostrados com a face em terra e são tomados por um profundo sono, mergulham na escuridão e ao acordar vêm a glória de Jesus. Algo semelhante acontece com Saulo, na estrada para Damasco, ao ver a luz vinda do céu, cai por terra e mergulha na escuridão. Depois de três dias renasce um novo homem, Paulo, o servo de Deus. Esta passagem pelas trevas faz parte do mistério da morte e ressurreição, pelo que deve passar todo aquele que deseja conhecer a Deus e o seu Reino.

(Ele não é deste mundo, a palavra mundo refere-se ao universo na sua totalidade)

Eles não entendem muito bem o que está acontecendo, mas vivem intensamente este maravilhoso momento, tomados pelo temor e pela alegria celeste. Sentem o desejo ardente de permanecer mergulhados em uma paz tão sublime, “é bom estar aqui” diz Pedro, o primeiro a acordar.

Ao ouvirem a voz vinda da nuvem: “Este é o meu filho muito-amado, aquele que me aprouve escolher, escutai-o”, eles são tomados de temor, o fascínio do rosto transfigurado de Cristo não os impede de se sentirem assustados diante da majestade divina que os ultrapassa.

Sempre que o homem vislumbra a glória de Deus, faz também a experiência da sua dimensão, provocando uma sensação de medo. Este temor recorda-nos a perfeição divina, e ao mesmo tempo incita com um premente apelo à santidade.

Jesus apresenta-se no centro, isto nos mostra que Ele é de fato, o centro de todas as coisas, é dele também que procede toda a luz, que ilumina a cena. Tudo está iluminado por esta luz maravilhosa, que irradia de sua pessoa, Ele é a própria luz “O Verbo era a verdadeira luz que, vindo ao mundo, ilumina todo homem” (João 1:9).

Romão Casals disse...

Os evangelhos descrevem que Jesus brilhava como o sol e suas vestes eram de uma brancura fulgurante, como a luz. Não sendo adequadas, estas comparações são as que mais se aproximam com a percepção do conhecimento. Brilhante como o sol, qual astro conhecemos que emana maior brilho? Branco como a luz ou como a neve, o que há de mais branco? Se o resplendor tivesse sido como o sol ou como a neve, com absoluta certeza eles não teriam caído no chão com a face por terra.

Os apóstolos contemplam a glória de Cristo, conforme sua capacidade humana, através desta luz que lhes é concedida, pois é em sua luz que podemos contemplar a verdadeira Luz. É lhes dada a graça de ver com os olhos de homens, aquilo que pertence ao mundo espiritual.

Na verdade, não é o Cristo que muda, pois este é Deus, e em Deus não há mudanças, Ele é eterno desde todo o sempre, “o mesmo ontem, hoje e sempre”. A mudança ou metamorfose acontece nos três escolhidos, são seus olhos humanos que se abrem para uma dimensão espiritual e escatológica. Já neste mundo lhes é dado contemplar o Reino dos Céus, como havia prometido o Mestre.

Rui Palmela disse...

De novo a mesma ‘lenga-lenga’ de uma linguagem cheia de contextualização religiosa e fantasiosa que vai perdendo sentido à medida que se vai abrindo a mente para algo que se desconhecia no passado ou não podia ser entendido numa perspectiva que não se limita à questão da espiritualidade.

Cada vez mais entendo o que Jesus profetizou para tempos em que saberiamos coisas pelo “espírito da verdade” que no seu tempo eram difíceis de serem entendidas mas se tornam mais claras na Actualidade.

Esta questão da ‘transfiguração’ faz hoje mais sentido se for interpretada de forma diferente daquela que tem sido fantasiada pelo Clero Romano que faz ainda uma leitura do acontecimento distorcida da realidade.

De resto, já mencionei que existe hoje uma construção do tipo Ovni junto ao lago Tiberiades no local onde era a casa de Pedro, um dos 3 discípulos que esteve com Jesus no alto do Monte Tabor naquela noite em que desceu sobre eles uma ‘nuvem luminosa’ e nela entraram. Isto foi claramente um acontecimento ovniológico cuja descrição na época não poderia ser melhor do que aquela que se lê na bíblia. Ainda hoje muita gente acredita que o “Milagre do Sol” em Fátima foi mesmo o Astro Rei a 150 milhões de Km de distância que se deslocou à Terra e ‘bailou’ durante 12 minutos para uma multidão extasiada na Cova da Iria em Portugal.

Enfim, creio que a seu tempo muitas fantasias religiosas serão desfeitas pelo conhecimento da Verdade e essa está vindo por aí e se vai revelando aos que já estão preparados para ela e não são da exclusividade de ninguém nem de nenhuma religião.

Pausa para reflexão!

Rui Palmela

Romão Casals disse...

Estamos na era das tecnologias radicais, computadores e outras coisas mais, somos inteligentes, espertos e ousados, livres de consensos catedráticos. Temos atitude e autoridade suficiente para enxovalhar a virtude dos profetas, que em sua inabilidade de discernimento, transmitiram incorrectamente a infalível revelação de Deus.

É uma anarquia generalizada, onde cada qual é livre de encaminhar sentenças de acordo com a disponibilidade do momento. Determina-se o que é verdadeiro ou falso e o resto são os ecos de um tempo perdido no esquecimento da sabedoria.

O que dirão as futuras gerações a respeito de nossa corajosa rebeldia?

É muito curiosa a tua interpretação, principalmente a circunstancia em que a espiritualidade se enaltece em detrimento da criatividade. Com jeitinho ainda tens espaço para conjecturar sobre uma possível e verdadeira sessão espírita no alto do monte.

Em três dos evangelhos a descrição é de uma nuvem luminosa, não existe qualquer referência a uma máquina voadora, ou a um alien de megafone em punho proferindo instruções de embarque: «esse que está ai em baixo é o meu filho, fazei tudo o que ele vos disser».

De facto, demo-vos a conhecer o poder e a vinda de Nosso Senhor Jesus Cristo, não por havermos ido atrás de fábulas engenhosas, mas por termos sido testemunhas oculares da sua majestade. Com efeito, Ele foi honrado e glorificado por Deus Pai, quando a excelsa Glória lhe dirigiu esta voz: Este é o meu Filho muito amado, em quem tenho posto todo o meu encanto. E esta voz, vinda do Céu, nós mesmos a ouvimos quando estávamos com Ele na montanha santa. (2º Pedro 1:16-18)

Rui Palmela disse...

Caro Romão, penso que já demarcámos claramente nossas posições sobre esta questão que aceitas melhor numa versão teológica do que ovniológica a respeito do acontecimento no alto do Monte Tabor onde desceu uma “nuvem luminosa” e nela entraram Jesus e os 3 discípulos (Pedro, Tiago e João) que estavam com ele.

Ainda não me respondeste ao facto de existir hoje na "Terra Santa" uma construção com o aspecto de uma nave ou “Ovni” no local onde era a casa de Pedro que viu de perto a tal “nuvem luminosa” e os dois varões que estavam falando com Jesus e ele pensou serem Moisés e Elias. De resto não eram espíritos e sim seres de carne e osso porque Pedro até pretendeu construir um tabernáculo para todos ali pernoitarem sem saber o que dizia.

A voz vinda do 'céu' dizendo aos 3 discípulos para que escutassem Jesus o "filho amado" teria mais impacto certamente se fosse dita noutras circuntâncias quando Jesus pregava ás multidões ou quando foi preso e entregue ás autoridades romanas para ser torturado. Nessa altura Deus se manteve em silêncio...

Mas deixando de parte essa história pouco clara, eu diria que a Bíblia está cheia de referências a presenças de extraterrestes com descrições feitas a naves numa linguagem própria da época. As “bolas de fogo”, os “carros de fogo”, as “nuvens resplandecentes”, etc., chamamos hoje de “Ovnis”, ou seja, Objectos Voadores Não Identificados de que existem inúmeros avistamentos por todo o lado e Jesus bem conhecia a existência dos Mundos Habitados naquele tempo quando dizia: “Na Casa do meu Pai há muitas moradas”...

Pouco me importa a tua negação de coisas que ainda estás longe de aceitar por estares demasiado condicionado ao pensamento religioso do passado e te escandalizares com revelações que consideras corajosas ou ousadas que noutros tempos seriam suficientes para me levares à fogueira da Inquisição.

Não estamos mais nessa época obscurantista, caro Romão, apesar de eu não ver também com bons olhos a crise de valores de ordem moral e espiritual do século actual. Porém, quanto estas questões de natureza extraterrena, existe hoje maior discernimento e conhecimento de verdades que outrora eram interpretadas de forma errónea e dogmática muito ao jeito da Religião que explora ainda hoje a ignorância de grande parte da população.

Portanto, acho que já manifestámos cada um a seu modo aquilo que pensamos a respeito da situação.

Ponto final e “Pausa para reflexão”!

Rui M. Palmela

Romão Casals disse...

A construção que referes frequentemente é uma igreja edificada por ordem da congregação são Francisco de Assis, o seu estranho aspecto deve-se ao facto de ter sido sustentada por meio de pilares circundantes, albergando de forma visível uma determinada área em ruínas.

Também quero relembrar que Jesus veio para libertar o homem da prisão do pecado, basta ler os quatro evangelhos do princípio ao fim. Ele diz claramente aos apóstolos, em diversas ocasiões, que veio para morrer sofridamente mas o seu sangue iria resgatar o perdão de nossos pecados.

Deus não se manteve em silêncio, Ele sempre se mostrou disponível para ensinar sabedoria e humildade no coração dos homens, Jesus entregou a sua vida por vontade própria, nada o poderia impedir, era esse o plano, era essa a profecia.

Eu vos digo que não voltareis a ver-me até que digais: «Bendito o que vem em nome do Senhor.» (Mateus 23:39)

Rui Palmela disse...

Minha nossa, caro Romão, há gente com pouco discernimento mas no teu caso é o cúmulo. Essa explicação que dás sobre a construção de uma ‘Igreja’ na “Terra Santa” onde era a casa de Pedro com uma linha arquitectónica tão arrojada que parece mais uma nave espacial (“Disco-Voador”) do que um templo, nada tem a ver com a tese que defendes e sim outra muito para além da tua percepção. Isso é o exemplo do quanto tens tua mente condicionada aos dogmas e pensamentos religiosos que fecham tua visão e dificultam tua compreensão sobre coisas que se tornam cada vez mais claras para muita gente crente (como eu) que não segue nenhum “ismo” e busca o conhecimento da verdade que vai sendo revelada a todos os que não temem nenhuma condenação por pensar e interpretar livremente aquilo que não é visto ou vislumbrado do mesmo modo pela Religião.

Quanto a Jesus, eu o amo pelos seus Ensinamentos e seu sacrifício de vir a este Mundo indicar o Caminho do Bem e da Verdade, mas não julguem as pessoas que bastou seu sangue para as libertar do erro e do pecado em que vivem e nada fazem para evoluir e se aperfeiçoar. Afinal, “Nem todo o que diz: Senhor, senhor, entrará no Reino dos Céus”, nem pelo facto de se ser crente em Deus. É preciso viver mais de acordo com a nossa humana e verdadeira condição, sendo mais justo e verdadeiro e dar nossa melhor contribuição para um Mundo Novo e uma Nova Civilização.

Sobre isso, benditos sejam todos os que trabalham para a Paz e edificação uns dos outros e não sigam os mesmos caminhos da condenação.

Pausa para reflexão!

Anônimo disse...

Olá.
Eu estou impressionada e encantada com o que li em mistérios desvendados. Também tenho a mesma visão, entendimento e aceitação de que esta é a verdade. Duas ou mais mentes não teriam o mesmo entendimento sem fundamento. Não sei explicar, mas, sempre que eu lia a Bíblia, eu sentia, por uma razão clara, ser Jesus um extraterrestre, e até me assustava com essa ideia cada vez mais pertinente. E ficava com esse pensamento sem ter a coragem de aborda-lo com alguém, na certeza de que não me compreenderiam. Mas assustada fiquei que, em minhas orações, sempre pedia a Deus, a Jesus, que, se eu estivesse errada na minha forma de pensar que ele me mostrasse então, a verdade. Foi quando sem esperar veio para as minhas mãos o Livro de Enki, e com ele tive todo um entendimento,a percepção clara de que assim foi.O tempo passou... E hoje, por uma força maior e inexplicável, me vi procurando no google matéria sobre o planeta Niburu e sobre os Anunnakis. Até que encontrei,"por acaso", o teu blog, e nele, assuntos que a muito já tinha entendido, da mesma forma que você nele expõe. O artigo sobre a aparição de Fátima, entre tantos outros, a passagem do mar vermelho e justamente o assunto sobre a transfiguração de Jesus no monte Tabor, confirmando o que eu já tinha deduzido a muito e muito tempo. Quando expus meu entendimento a alguns, fui taxada de louca, fantasiosa, etc, etc. Sou de formação católica, mas não me limito aos dogmas e doutrinas que a religião professa. Sempre senti que há algo mais, muito mais além do que eles ensinam e com clareza vejo que todos os seus ensinamentos foram convenientes em benefício próprio, a título de conservarem o poder e as riquezas, ocultando assim os verdadeiros ensinamentos do evangelho de todos os seus seguidores. Sendo assim, como revelar, ou, conversar com alguém limitado, ou até mesmo, aprisionado em conhecimento e aceitação sobre o assunto que para nós é tão claro? Pelos comentários aqui publicados pude perceber que há muitas controvérsias a respeito do mesmo.De que forma poderemos ajuda-los?
Abraço.

Rui M. Palmela disse...

Grato pelo apreço e compreensão plena sobre o que escrevo a respeito da 'Transfiguração' de Jesus, querida amiga anónima.

Fico feliz por saber que há gente que compreende facilmente ou intuitivamente esta questão que não se prende ao dogma ou fantasia da Igreja Católica que castra a mentalidade das pessoas, impedindo-as de pensar ou raciocinar livremente impondo sua visão.

A verdade não é exclusiva de ninguém e a bíblia pode ser interpretada de forma diferente pelos que já têm sua mente aberta e buscam conhecimento de coração. É isso que sucede consigo, comigo e com tantos que não se limitam aos ditames de nenhuma teologia ou religião.

"Procurai a verdade e ela vos libertará", dizia Jesus Cristo sabendo que ainda estamos prisioneiros de fábulas, dogmas, superstições e tantas fantasias de religiões. Por alguma razão ele não se ligou a nenhuma e tão pouco fundou a Igreja Católica ou 'Cristandade' que a própria Mensageira de Fátima adverte para que tome o caminho da Verdade, pois "o culto falso será exterminado"...

Enfim, minha querida amiga, seja sempre benvinda a este meu Blog onde procuro transmitir algo que contribua para o despertamento das consciências e todos juntos fazermos um mundo melhor, com mais verdade e mais amor.

Um abraço do coração.

RP





Related Posts with Thumbnails