quinta-feira, 1 de agosto de 2013



E OS EXTRATERRESTRES ? PERGUNTO, AFINAL, QUEM É O ASHTAR SHERAN ? SERÁ QUE SE PODE FALAR DISTO A ESTAS MENTES PARA ABRI-LAS MAIS AO UNIVERSO ? A MAIORIA NEM QUER INTERIORIZAR O QUE É AMOR CRÍSTICO.

Talvez vá falar chinês. Não importa a fonte, mas a Internet está cheia de informações, e quem não sabe que os extraterrestres observam ininterruptamente a Terra desde que aqui surgiu a vida?! Nos últimos anos, eles intensificaram os seus contactos com os habitantes deste Planeta, devido à maior evolução das civilizações aqui existentes. Esse relacionamento tem sido feito não só fisicamente, por intermédio dos OVNIS, como através de médiuns, canalizadores e de outros sensitivos paranormais. Muitas vezes, eles vêm em projecção astral e contactam os terrestres, também projectados. Eles preferem manter os contactos não físicos, denominados de interdimensionais, que vêm aumentando progressivamente, porque os habitantes da Terra ainda não estão psicologicamente totalmente preparados para se relacionarem fisicamente com civilizações alienígenas. Em face dessa problemática, ainda persiste medos e receios, apesar de estar a crescer o número de indivíduos evoluídos e capazes de manter esses contactos, principalmente o interdimensional.

Os contactos interdimensionais devem ser intensificados porque há necessidade de se consciencializar a humanidade de que os extraterrestres são uma realidade e não se pode ignorá-los. A ampliação desses contactos resultará, principalmente, na formação do Conselho Planetário Terrestre, no terceiro milénio, criando, assim, uma ponte para outros mundos e retirando, dessa forma, o Planeta de seu exílio cósmico. Poder-se-á, dessa forma, compartilhar de conquistas tecnológicas avançadas e da sabedoria alcançada pelos extraterrestres de todas as bio-dimensões do Sistema Solar. Isso, entretanto, só ocorrerá no terceiro milénio, após a Terra já ter passado pelo processo de higienização, que já começou e ampliar-se-á a cada ano. Os extraterrestres de bio-dimensões superiores têm dificuldades de viver na 1.ª bio-dimensão da Terra, devido à nossa atmosfera ser mais pesada e possuir maior gravidade. Também, seria difícil aos terrestres viverem acima da 1.ª bio-dimensão, face à quase nenhuma gravidade e pouco ou nenhum oxigénio na atmosfera das outras bio-dimensões. 

O principal artifício que os extraterrestres avançados utilizam para observar minuciosamente os terrestres, e sem a mínima oportunidade de serem percebidos, é situarem-se entre a 2.ª e 3.ª dimensões-densidade. Podem escutar e gravar conversas, examinar documentos, enfim, tudo o que desejarem. É impossível percebê-los através dos sistemas de detecção terrestre mais avançados. É possível perceber a presença de observadores interdimensionais se houver, repentinamente, uma leve mudança no campo magnético ou electromagnético do recinto. Esse método, todavia, é rudimentar e as oportunidades de utilizá-lo são muito poucas, pois, certamente, os extraterrestres possuem meios de anular essas variações magnéticas. 

Os objectos voadores não identificados (OVNIS) ou simplesmente "discos voadores" são, na realidade, na sua grande maioria, naves espaciais interdimensionais, isto é, naves que podem percorrer o espaço e transpor dimensões-densidade. Uma nave interdimensional pode penetrar numa bio-dimensão, apanhar amostras e, logo depois, passar para outra dimensão-densidade e desaparecer ou ficar invisível. Quanto mais elevada a dimensão-densidade, mais rapidamente um OVNI se locomove. Por exemplo: uma nave que se locomove na 1.ª dimensão-densidade física a 200.000 km/s, na 4.ª se locomoverá a 400.000 km/s, utilizando a mesma energia que seria gasta para se locomover na 1.ª Convém esclarecer que a velocidade da luz na 1.ª dimensão-densidade física é de 300.000 km/s e na 4.ª de 600.000 km/s. As naves interdimensionais locomovem-se a extraordinárias velocidades sem que produzam o menor ruído ou se queimem pelo atrito com a atmosfera. Da velocidade zero, repentinamente, atingem altíssimas velocidades e, instantaneamente, param, sem serem destroçadas pelo efeito da inércia. Podem permanecer flutuando por tempo indefinido, como se não sofressem os efeitos da gravidade. Pode-se explicar esses fenómenos da seguinte maneira: essas naves podem estar na 2.ª dimensão-densidade física, onde existem apenas átomos não estruturados em matéria física propriamente dita, campos magnéticos e imagens da matéria da 1.ª dimensão-densidade física. Dessa forma, os OVNIS podem ser observados, pois as suas imagens são projectadas para a 1.ª dimensão-densidade física. Como na 2.ª dimensão-densidade não existe matéria nem gravidade, deixa de existir a inércia que é o produto da atracção gravitacional dos astros.

Assim, as naves interdimensionais, estando na 2.ª dimensão-densidade, podem, aparentemente, contrariar as leis da física. A realidade, porém, é que as leis da 1.ª dimensão-densidade física não são válidas para a 2.ª. Como não há matéria na 2.ª e 3.ª dimensões-densidade físicas, os extraterrestres não podem sobreviver sem sistemas artificiais de sustentação da vida, pois os seus organismos não resistiriam ao vácuo ou a baixíssimas pressões do meio ambiente que cairia para zero se estivessem fora do campo magnético do planeta. Por isso, quando necessitam sair dos ambientes adequados das naves, os extraterrestres utilizam roupas especiais, para manter a pressão necessária aos seus corpos e fornecer oxigénio ou outro elemento qualquer. Contudo, a grande maioria dos seres extraterrestres muito evoluídos não necessitam de roupas especiais e podem sustentar-se sem meios artificiais, pois desenvolveram técnicas apropriadas para controlar a pressão interna dos seus corpos e, ao invés de respirarem, absorvem o Prana. Mas, isto só é possível se estiverem sob o campo magnético do planeta, caso contrário, a pressão cairá a zero, impossibilitando a sua sobrevivência. 

Considerando-se que a Terra é positiva na 1.ª bio-dimensão, os ufólogos esotéricos devem ficar alertas sobre os perigos a que se expõem ao manterem contactos interdimensionais com os extraterrestres, pois eles podem ser de polaridade positiva ou negativa e bons ou maus. Ambos procuram formar um conselho planetário, para dar impulso ao padrão de vida e à ciência terrena. Nas bio-dimensões de todo o Sistema Solar predominam as civilizações de polaridade positiva. Na Terra, a tendência converge para o predomínio desta polaridade, mas há uma luta entre as facções das duas polaridades. Para conseguirem as suas intenções, todavia, os extraterrestres negativos actuam de maneira subtil e dificilmente percebida, principalmente em grupos de estudos ufológicos e até mesmo espiritualistas, pois, frequentemente, eles fazem se passar por Espíritos. A convivência com eles é, de certa forma, arriscada, pois são envolventes e procuram iludir com propostas de fins aparentemente nobres. Não se deve julgá-los pela sua aparência e, sim, pela sua vibração, análise minuciosa da sua acção e sabedoria, e convivência com ele, se for o caso. Os extraterrestres ainda são vistos com muito preconceito, em face das propagandas tendenciosas, devido à ridicularização da comunicação social e das autoridades, em virtude do medo da abdução ou em consequência da fantasia que alguns indivíduos criaram, fruto da sua vaidade, deslumbramento, etc.

Nunca confie totalmente num extraterrestre, seja ele positivo ou negativo, por mais experiente que você seja. Trate-os com seriedade, naturalidade, calma e paciência, mas com muita atenção e em estado de alerta. Os contactos físicos e astrais dos extraterrestres com os terrestres são feitos através de grupos que intercambiam conhecimentos, sempre orientados pelo Conselho de ULRA. Esses grupos são formados de vários indivíduos, em geral em número de dez, compostos na maioria das vezes de seres de planetas diferentes, deste e de outros Sistemas Solares e até de outras galáxias, os quais actuam em áreas diversificadas da ciência e tecnologia.

Como a evolução ético-moral é uma conquista interna e individual, eles não actuam objectivamente nesta área, mas, de certa forma, propiciam um maior progresso da consciência, através dos seus conhecimentos. Devido ao facto de despertarem os chacras, desenvolvendo outros sentidos superiores, alguns extraterrestres possuem órgãos e sentidos atrofiados, que lhes produzem aspectos alterados na fisionomia, em relação aos padrões da Terra. Entretanto, os mais evoluídos podem transmutar os seus corpos e assumir formas iguais à dos terrestres. Os extraterrestres mais evoluídos têm a faculdade de projectar até 10 (dez) imagens mentais em vários lugares, podendo assessorar 10 (dez) grupos diferentes, e responder perguntas diversificadas ao mesmo tempo. 

As auras dos extraterrestres são brancas, tendo em vista que eles não têm emoção, possuem perfeito equilíbrio e alto grau de evolução. Os extraterrestres têm mentores e guias espirituais. Os extraterrestres muitas vezes instalam aparelhos de matéria astral, para efectivarem curas nos terrestres, bem como os ajudam no desenvolvimento das suas faculdades paranormais, através de exercícios e técnicas especiais, ou actuando directamente sobre os chacras, a fim de abrir e ampliar as suas percepções. 

Actualmente, devido à urgência de tempo, têm dado ênfase aos médiuns e pessoas sensitivas actuantes. Todavia, não se negam a fornecer, no momento oportuno, o auxílio para o desenvolvimento das pessoas interessadas e espiritualizadas. Eles preferem que a conquista das faculdades seja natural e espontânea. Em Amaty, uma civilização muito anterior à Atlântida e proveniente de bio-dimensão de outro planeta, os terrestres estiveram ligados directamente a seres extraplanetários. Na Atlântida, a humanidade não esteve tão intimamente ligada aos extraterrestres, mas remanescentes destes mantiveram ligações muito estreitas com os sacerdotes da época. Os extraterrestres colocaram na Terra 50 (cinquenta) andróides perfeitos, com vida própria. Nele, um ser liga-se a um cristal que fica dentro da cabeça de um corpo que é um computador. Tal forma de existência facilita a mais rápida evolução da consciência desses seres. Em 1983, existiam apenas 9 (nove) deles, os demais foram retirados. 

ASHTAR SHERAN ("O sol que mais brilha", em Sânscrito) e SORAN são extraterrestres que estão trazendo naves espaciais que vão passar para a 1.ª bio-dimensão da Terra, a fim de manter contactos. Eles têm bases no Sistema Solar. ...

E AS PLATAFORMAS ETEREO-ASTRAIS DE NAVES ESPACIAIS QUE FORMAM UM CINTURÃO DE PROTECÇÃO AO NOSSO PLANETA TERRA ???

Diariamente muitos canalizadores falam e escrevem sobre o resgate da humanidade por seres extraterrestres que fazem parte de uma espécie de Confederação Intergaláctica. Todo esse "deslumbre" é verdadeiro? Efectivamente, seremos salvos? Existe uma plataforma de naves espaciais que formam um cinturão de protecção ao nosso planeta Terra? 

Muito haveria para dizer. Segundo informações da Espiritualidade Superior, é verdade, existe um cinturão de protecção formado por plataformas etereo-astrais que servem de atracadouro às naves espaciais. Essas "naves" ("vimanas" como se dizia antigamente) são igualmente formadas de matéria etereo-astral que os nossos actuais instrumentos científicos não detectam. No plano astral do mundo espiritual não existe nenhum deslumbramento quanto aos resgates e transmigrações de um orbe para o outro, o que é feito há milénios nos planos suprafísicos – acções sempre baseadas nas leis cósmicas de equidade evolutiva, que expressam que os espíritos devem evoluir sendo responsáveis pelos seus próprios carmas, esteja em que parte for do Universo, pela compaixão e Amor do Espírito Criador. Mas acontece que pessoas primárias, melodramáticas e verborreicas, desperdiçam palavras e ocupam as suas mentes em processos de fascinação, oferecendo uma visão pouco correcta aos incautos, formada de letras e vocábulos equivocados, motivados pelos apelos medrosos de possíveis catástrofes externas, que serão comuns na acomodação da geografia planetária. Esquecem-se de que temos o exemplo de Jesus, que não empregava uma vírgula a mais que o necessário para a compreensão e o despertar das consciências, nas suas mensagens edificantes. Falta a esses médiuns salvadores dos "tempos chegados" a autenticidade angélica dos seres superiores, que já são plenamente cristificados. Ademais, o artificialismo e a eloquência rebuscada servem às previsões salvacionistas, arquitectadas por mentes rebeldes que se alimentam das obsessões colectivas potenciadas pelo pânico dos cidadãos, para ofuscar o discernimento das populações frente ao Evangelho.

Em relação às naves espaciais que são formadas de matéria etereo-astral, podemos dar mais algumas elucidações e quais os motivos para que os actuais instrumentos científicos não as detectem, e como elas se movem. A Unidade de Deus é indivisível; jamais o Espírito Criador poderá ser fraccionado. Os homens estão num campo de percepção fragmentado que faz parte da sua aprendizagem disciplinar e consciencializadora, para alcançar a auto-suficiência como co-criadores divinos. Sendo provisoriamente incapazes de perceber a realidade do Universo, que é desdobrado em várias dimensões vibratórias paralelas e subjacentes umas às outras, todavia sem perder a sua unidade, as personagens da vida humana conseguem visualizar tudo o que é relativo unicamente à sua dimensão não conseguindo perceber a totalidade que os envolve. Ou seja, a quarta, quinta, sexta e demais dimensões estão todas interpenetradas, mas os habitantes da terceira dimensão não conseguem vê-las, embora possam ser vistos pelos moradores das dimensões superiores. Assim como a água sólida, líquida e o vapor são estados diferentes de coesão molecular feitos da mesma substância, um é mais lento e condensado e o outro mais rápido e expandido, quando se comparam mutuamente. Dessa maneira, acontece o mesmo com as dimensões vibratórias ou planos espirituais. São sucessivamente mais lentos os movimentos das suas partículas constitutivas, quanto mais denso for o estado da sua matéria. Tanto mais rápido se movimentam as suas partículas atómicas estruturais quanto mais rarefeito, subtilizado ou, para as escassas percepções, muito além do limiar do que os nossos cientistas observam como espaços vazios ou vacuidades espaciais – a nossa Física Quântica já evidencia o contrário. Dessa maneira, o vazio, a ausência de matéria não existe. É nessa massa amorfa, aparentemente "vazia", inacessível aos aparelhos de detecção da nossa ciência, que as naves espaciais se movimentam.

De uma maneira humana rudimentar, as naves espaciais que utilizam têm tecnologia de inversão das polaridades electromagnéticas das sub-partículas atómicas que formam a matéria, na dimensão em que se movimentam. Através de campos sequenciais previamente projectados por uma espécie de "jactos ou canhões" de feixes, alcançam gradativamente a deslocação no Espaço até velocidades inimagináveis a nós. As naves emitem raios de enfeixamentos de ondas focados em campos de varredura específicos, que causam uma espécie de fricção no "vácuo" – energia vital polarizada. Essa tecnologia permite que consigam a força motriz propulsora contínua para a movimentação das naves, através do movimento de inversão das polaridades das cargas electromagnéticas positivas e negativas, que estavam coesas, em harmonia entre si, e retornam do estado de desarmonia induzida – negativo repele positivo e positivo repele negativo nessas dimensões rarefeitas, ao contrário da nossa dimensão densa. Trata-se de um infinito manancial de combustível cósmico, pulsante, não poluente, natural, inacabável, que não causa desgaste às naves, pois as suas estruturas etereo-astrais periféricas não se abalam pelos impactos no aparente "vácuo".

O Universo é perfeito na sua criação. As leis de Deus são imutáveis, sábias e agem com harmonia nas mais longínquas latitudes cósmicas. Compreendamos que os princípios únicos do Espírito Criador presidem desde os movimentos das partículas do reino sub-atómico, aos electrões em torno do núcleo dos átomos da água (H20), até às imensuráveis e infinitas galáxias, seguindo a máxima de Jesus:
"Vós sois deuses, podeis fazer o que eu faço e muito mais". …

E para encerrar este assunto destinado a poucos que o aceitam ou entendem, que mensagem se pode deixar hoje e o que poderá ser planeado agora, a fim de que sirva de ajuda quando o momento mais decisivo da transição planetária chegar? - A mensagem sublime e salvadora é o Evangelho de Jesus. Ele tem o poder de alterar consciências e mudar o comportamento colectivo. Enquanto a cobiça e a insânia de poder e dominação preponderarem entre as nações, não muito diferente da época do Império Romano, estaremos de mal a pior. Se Jesus não libertou o povo de Israel e Jerusalém com milagres extemporâneos, exemplificando em si a conduta evangélica proveniente do Pai, com fé inabalável na verdadeira vida do Reino dos Céus, e até o momento crucial do seu calvário não fraquejou cedendo à pressão por fenómenos exteriores, é óbvio que nenhum milagre ocorrerá que não seja o poder milagroso do Evangelho interiorizado em cada criatura e, por ressonância, na colectividade planetária.

Muita Paz e Luz !!!
Guilherme Abreu Correia

Ilha da Madeira – Portugal  

4 comentários:

Anônimo disse...

Concordo plenamente com o que o Guilherme de Abreu Correia escreveu. Sei que no actual momento planetário isso é verdade assim como também sei que O Guilherme de Abreu Correia sabe de assuntos que não pode escrever por enquanto neste "fim de tempos"...
Mesmo assim, é arrojado na Ilha da Madeira - Portugal, ele escrever certas coisas que escreve, e não escreve mais porque ainda não chegou o tempo onde se possa escrever certas coisas, tais como mudanças de "dimensão-densidade", ET's, aeronaves do futuro, energias e avanços tecnológicos previstos para o futuro na Terra, etc, etc.
Muito obrigada.
Maria Andrade

Francisco Andrade disse...

Ets são os melhores amigos , eles não cairam no pecado

Anônimo disse...

Olá, na sua opinião os ETs sao governadosvpor Deus ou são eles os próprios deuses (conforme a teoria dos deuses astronauta)?

Rui M. Palmela disse...

Na minha opinião, os Extraterrestes são filhos de Deus tal como todos nós os terrestres, estando ligados à mesma Família Cósmica à qual todos pertencemos. E na verdade todos somos 'deuses' viajando no Universo como "astronautas" ou não, vivendo neste mundo onde evoluimos para tantos outros que existem na Imensidão e alcançarmos todos a Perfeição.

Related Posts with Thumbnails