quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

IMAGENS INTERESSANTES QUE FALAM POR SI







15 comentários:

Romão Casals disse...

É realmente complicado…

Eu diria que, do mesmo modo que me identifico com a teologia de Paulo e João, reflectindo apreciativamente nas explicações de um magistério milenar cheio de sabedoria e conhecimento científico, a tua visão diverge nas mais fantasiosas sugestões sujeitas a uma constante renovação dependente dos recursos inventivos de mais um recente descobridor.

Estás completamente absorvido na síntese do impulso, adoras a ideia e deixas-te levar em uma viagem sem rumo na origem do desconhecido. Independente das considerações que possamos fazer, temos que ter em mente qual a verdadeira condição, presente no culminar de um desejo pleno de criatividade.

Deus reside fora do tempo e do espaço, estas duas dimensões são criaturas Suas, Deus não depende da sua própria criação, Ele está fora do tempo, está fora da gravitação quântica, Ele é eterno, não teve um início e não pode ser compreendido na perspectiva limitada da sua criação.

O tempo passou a existir com a criação, sendo criado para o homem e não para Deus, o tempo depende da existência das coisas criadas. É importante compreendermos a maneira como Deus se revelou aos homens: (Êxodo 3:14)

"EU SOU AQUELE QUE SOU"

Esta afirmação define bem a sua indescritível transcendência de magnitude.

Deus é o “SER” por essência e tudo d'Ele depende, a sabedoria foi criada antes de todas as coisas, e a luz da inteligência, desde a eternidade. Todas as criaturas são seres apenas por participação da divindade. Deus é o “SER ABSOLUTO”, a fonte de todo o ser criado.

Na denominação de Deus como "EU SOU", o uso do presente do indicativo significa a eternidade e outros atributos directamente ligados a ela, "DEUS É" significa que Ele sempre foi, está sendo e sempre será.

A eternidade é atemporal, ela transcende o tempo, é por este motivo que Deus é eterno, este "SEMPRE SER" sugere a imutabilidade. Deste modo, se é eterno, é sempre o mesmo, alterar a disposição significa, deixar de ser. Deus não muda, é imutável, e por isso disse de si mesmo: "EU SOU", e não "EU FUI".

Deves recordar-te que Jesus se apresenta aos apóstolos com a mesma substancia de imutabilidade, as Sagradas Escrituras afirmam que mesmo antes da criação o Senhor se agradou de nós. Como compreender isto?

No sentido literal, tal compressão é impossível, a oportunidade de existir sem espaço de tempo, contempla descritivamente o ser omnipotente, sendo que este só poderá ser interiorizado como a sombra de uma ténue existência, todos os momentos coexistem na ilusão do passado.

Por exemplo:

Quando Jesus se dirige ao Pai, mantém na verdade um diálogo com a primeira pessoa do singular, não é uma inconsistência nem um desígnio que transcenda o entendimento intuitivo, esta acção geometriza o adverso da posterioridade em um movimento concluído na contracção de tempo e espaço.

Se existem ou não, planetas com vida inteligente, é uma questão meramente ocasional e fora do contexto que determina a existência humana. A sua realidade restringe-se ao plano de projecto que contempla a glória para Deus.

Não é importante a forma como pressentimos a sua presença, apenas é necessário conhecer a sua semelhança. O Filho eterno por quem tudo existe, infinito e omnipotente, existente por si mesmo, aniquilou-se tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens.

A resposta à tua pergunta, encontra-se impressa no versículo 23 do mesmo capítulo.

Anônimo disse...

Amigo e irmão Rui Palmela.
Com sua anuência respondo ao "sacerdótico" amigo e irmão Romão Casais.

Perco minha impaciente paciência ao ler tão belo discurso que se proferido num púlpito faz deleitar as "ovelinhas" humanas de antigamente numa paz singular do "conhecimento escolástico posto" pelas "santíssimas e ínclitas religiões" humanóides que transformaram o Planêta Terra e seus convivas num verdadeiro "Inferno de Dante".
O amigo Romão fala como um clérigo recém saído dos antigos seminários Jesuítas onde as penitências pelos "pecados da carne" eram punidos com genoflexão sobre grãos de milho.
Pergunto ao Romão se ele desconhece a origem da Bíblia, a septuaginta Grega, os fragmentos do mar morto e inúmeros fragmentos de inúmeras terras e tribos e povos do Planêta. A Bíblia é uma "colcha de retalhos" dos mais diversos escritos que passou por uma "peneira de conveniência política eclesiástica que queimou o que não era conveniente para os Judeus e os novos Cristãos da época, a exemplo dos "livros apócrifos".
Se o amigo ainda acredita naquele "velhinho de barba branca" como o "EU SOU AQUELE QUE SOU", não deve perder a oportunidade deste mês de ir à Lapônia visitar o "Papai Noel".
Do mais, as imagens postadas pelo nosso irmão Rui são belíssimas e verdadeiras, posto que o Rui não publica mentiras ou devaneios. Mostram e demonstram a verdade dos seres humanos deste e de outros Planêtas que também são humanos (posto que jacarés não pilotam Naves Espaciais).

Grande a braço a todos.

Rui Palmela disse...


Grato pelo comentário, prezado amigo e irmão "Anónimo" de além-mar que identifico facilmente pelas palavras oportunas que assino por baixo em relação ao comentário do amigo Romão.

Na verdade penso que ele se expõe ao ridículo com algumas dissertações que faz aqui como um velho clérigo da ICAR que ainda tem muita dificuldade em perceber certas revelações actuais que não se encaixam nos dogmas e superstições que limitam as mentes e corações, impedindo as pessoas de raciocinar ou expressar livremente suas opiniões, pois esse tem sido o papel doutrinário das religiões.

Um grande abraço.

Romão Casals disse...

Devias ser um pouco mais meticuloso na selecção de fotos.

Apenas uma ilustração é de arte sacra medieval, todas as outras são desenhos recentes que provam a intenção manipuladora dos entusiastas que nos apresentam falsas provas de vida alienígena.

Sugiro que estudes um bocadinho mais para não te deixares manipular por fábulas e simples pinturas iconográficas, são ilustrações próprias de suas épocas e não têm nada a ver com seres de outros planetas.

Este tipo de testemunho é um fraco argumento, demonstra ignorância e fica bem patente a desonestidade intelectual que nos tempos actuais é a característica predominante dos homens bem-intencionados, íntegros no pudor e honrados com dignidade.

A propósito de falsificações e outras interpretações pouco convencionais, deixo aqui um conteúdo interessante onde podes aprender alguma coisa.

http://spirittvonline.blogspot.pt/2011/01/ovnis-e-alienigenas-na-antiguidade.html

Romão Casals disse...

Se pretende prestar um bom serviço à comunidade, mostrando o teu ponto de vista, apresenta fotografias de factos reais, conteúdos validos e dignos de estudo.

Não limites a tua argumentativa nas afirmações contraditórias de alguns apóstatas que infelizmente servem o Vaticano. Também não devias insinuar supostas conspirações da agência espacial norte americana.

Não é com bonecos engraçados e anémicas sugestões que vais convencer seja quem for, quando muito, limitas-te a confundir os pobres de espírito e os ignorantes ávidos de escândalo.

Convida os participantes a reflectir, a investigar e a analisar, expondo as suas ideias com honestidade e seriedade.

Rui Palmela disse...

Caro Romão, este é um espaço que eu dirijo partilhando assuntos que a muitos interessa e outros não.

Tens tido a liberdade de exprimir tuas opiniões que não espero sejam iguais ás minhas ou estejam de acordo com o que penso, porém seria bom que não entrasses pelo discurso ofensivo só porque não crês em coisas que te escapam à compreensão e te escandalizam por analisares tudo sobre o prisma da religião.

Falas de ignorância dos outros como se te achasses sábio sobre matérias para as quais não te reconheço mérito ou conhecimentos à altura de os discutires honestamente de forma sensata e coerente. Antes pelo contrário, rejeitas tudo o que não se enquadre no teu pensamento religioso e obsessivo que além de repetitivo já começa a ser também ofensivo.

Assim, caso não te agrade as matérias que aqui venho colocando, partilhando conhecimentos e informação que acho úteis e importantes para quem deseja conhecer algo mais do que fantasias da Religião, então procura outro espaço onde te identifiques mais com seus conteúdos e partilha tuas mensagens que aqui não estão passando certamente, pois não somos todos ignorantes como julgas e estás te comportando de forma pouco inteligente.

Romão Casals disse...

Sr. Rui Palmela, se a carapuça te serve, não é problema meu.

Isto é um espaço aberto ao público, tenho o direito de me manifestar da forma que bem entendo, nunca fui deseducado nem tão pouco desrespeitador com a integridade dos participantes.

Esta tua última intervenção, presta-se simplesmente ao convénio intimidatório com a subtil ameaça de não publicares a totalidade dos meus comentários. Preferes esconder a cabeça no buraco e deixar passar o comboio.

Salvaguardando o princípio da boa conduta e não querendo ofender susceptibilidades, convenhamos que a tua atitude é um tanto semelhante ao cobarde ditador, que se faz passar por um sorridente pacifista, defensor dos direitos dos animais.

(não sendo essa a tua intenção, peço que desculpes a minha infeliz contingência)

Se não tens argumentos suficientes ou conhecimento académico para participar no debate, mais vale permanecer em silêncio. A intimação por falta de coragem é degradante.

Não gosto de me sentir ridicularizado gratuitamente.

Rui Palmela disse...

Caro Romão Casals,

Este “espaço aberto ao público” deixará de o sê-lo para ti se continuas a insinuar que sou desonesto intelectualmente ou estou enganando as pessoas na tua ótica de pregador bíblico que não se agrada do que escrevo neste meu Blog “Mistérios Desvendados” ou do meu site pessoal Nova Era cujos temas são transmitidos com toda a Seriedade que me move na medida do que penso e sinto independentemente de gostares ou não.

A ‘carapuça’ de que falas não serve em ninguém neste espaço onde deverias ter mais respeito por quem não conheces e fazes maus juizos dos que tal como eu crêem na existência de Mundos habitados além da Terra com civilizações mais evoluidas do que a nossa e não preciso de nenhuma confirmação de tua parte ou da ciência dos homens que dominam neste planeta.

Muitas das pinturas e imagens iconográficas da idade média foram feitas por inspiração e retratam vários objectos voadores no céu numa época em que nada se sabia sobre Ovnis e Seres Extraterrestes que foram vistos em épocas recuadas, muito antes da Bíblia surgir como uma compilação de vários textos antigos, pois os Vedas e o Mahabaratta (épicos hindus com milhares de anos) já falavam de naves velozes conhecidas por “Vimanas” como já tive oportunidade de referir numa página de meu site que podes ver (de novo) aqui: http://www.novaera-alvorecer.net/vimanas.htm

Assim, a tua afirmação de que “não é com bonecos engraçados e anémicas sugestões” que não vou convencer seja quem for, e muito menos os pobres de espírito como tu que nada enxergam além de uma visão limitativa e castrante da religião, disfarçando alguns impulsos enraivecidos e juizos inquisitórios invocando a ciência que nada te serve para justificar teses de ortodoxia intelectual medieval, ultrapassadas pelo raciocínio lógico e espíritos livres inovadores do século actual, considero que és tu que te expões ao ridículo e não eu que te ridicularizo gratuitamente.

Doutro modo, estás a ultrapassar limites que já tinha estabelecido neste espaço onde a tua liberdade de contraditar ou opinar da forma como o fazes, cessa quando começa a minha liberdade e a dos outros de pensar diferente de ti e acreditar no que bem entendem por mais que isso te incomode ou encandalize.

O tempo de “Santa Inquisição acabou, caro Romão Casals, e aqui não tens autoridade moral nem intelectual para dizeres que devo permanecer em silêncio se não tenho “argumentos suficientes” ou “conhecimentos acadêmicos” que te agradem. És tu que não me agradas com a tua insolência mas apesar disso tenho tolerado sempre teus dislates com a paciência, compreensão e educação que me prezo ter, mas não te garanto que assim continue se persistes mais com tuas expressões e palavras ofensivas chamando-me de desonesto ou de faltar à verdade ou não ter seriedade em tudo o que escrevo. Certo?

Se queres continuar a participar neste meu Blog, fá-lo de forma a que eu não tenha mais motivos para te bloquear. Não, não quero que concordes com tudo o que penso ou digo porque seria falso de tua parte, quero apenas que respeites meu trabalho pelo que faço com seriedade neste espaço, ciente de que estou fazendo o meu melhor com espírito de verdade em prol do bem comum e despertar da Humanidade.


É só!

Romão Casals disse...

Isto fica só entre nós, não é para publicar, podes ficar descansado e sem complexos de culpa.

Custa-me ter que dizer estas palavras, sobretudo a uma pessoa na qual reconheço mérito, sabedoria e genuína bondade.

Pouco me importa que silencies o incómodo das minhas pertinentes intervenções, preferia que não o fizesses mas a decisão é tua.

Tu afirmas que “tenho dificuldade em compreender certas revelações que não se encaixam nos dogmas que limitam a mente”. Este é um argumento que esconde alguma fragilidade.

Não estarás a ver-te ao espelho?

Como podes dizer uma coisa dessas, se sabes perfeitamente que o que digo é verdade?

Falas em nome de Deus, citas inúmeras vezes os esclarecimentos de Jesus, serves-te da bíblia conforme te apetece e depois colocas-te sorrateiramente de fora, criticas o pensamento religioso e os dogmas da igreja, dás a entender que não te identificas com estes preceitos quando na verdade o que te aflige é a incapacidade de reagir face aos meus raciocínios.

Foges da sinceridade para não teres que dar parte fraca. Proporcionas confortavelmente o espectáculo das bizarras hipocrisias.

Não tens vergonha?

Dizes também, com um enorme descaramento, que não me reconheces conhecimentos à altura de manter um debate honesto e sensato. Sabendo tu que o que digo vem do fundo da alma, as minhas palavras são sinceras e honestas. É preciso ter uma grande lata, além de desavergonhado estás a ser desonesto.

Como me podes fazer isto?

Então eu não tenho conhecimentos...é isso!...

Quem rejeita tudo o que não se enquadra com as tolices e disparates que queres impingir és tu. Sempre foste incapaz de reconhecer o mérito nas afirmativas que escrevo, onde também te identificas com a essência do ser. Julgas que sou estúpido?

Não tens a coragem suficiente para reagir com alguma humidade, preferiste assumir a fantasia impressa na mente dos doidos. Tomaste a atitude dos fracos, nem tão pouco meditaste sobre as minhas explicações de física descritiva ou admitiste os meus conhecimentos de teologia.

Palavra de honra...

Reconheço que fui uma besta quando ousei por em causa a tua insensata sugestão, mas também é verdade que reconheces o embuste cinicamente orquestrado nas fotos que publicaste. São a prova de uma conspiração elaborada por gente imbecil que vive à custa da ignorância dos incultos. Ainda assim preferiste cuspir-me na cara.

É por gostar de ti que estou profundamente angustiado e completamente de rastos.

Anônimo disse...

Amigo e irmão d'alma Rui Palmela.
Amigo Romão Casais.

Suplico aos amigos que acalmem vossos "animus digladiandi", posto que que sou compelido por meu instinto e razão lógica a dar razão plena ao Rui uma vez que teus "sites" e blogues esculpem uma estátua magistral de sabedoria e pregação de vida e amor.

Caro Romão.
Minha formação acadêmica infanto-juvenil foi dentro (como semi-interno) no melhor colégio Salesiano da cidade de Campinas. Depois, continuei meus estudos na Escola de Comércio São Luis e depois fui à Pontifícia Universidade Católica de Campinas a fazer o curso de Direito. Participei ativamente - na década de 70 - de todos os movimentos de "direita" da época inclusive da TFP (Tradição, Família e Pátria) patrocinado pela Igreja Católica. Também, na faculdade, fui um agente voluntário do "S-2 do Exército Brasileiro", cuja missão era identificar professores e alunos que porventura participassem de "células comunistas" activas e terroristas. Entrementes, prestei concurso público e entrei na Seceretaria da Fazenda do Estado de São Paulo e depois em novo concurso adentrei ao Poder Judiciário no cargo efectivo de Oficial de Justiça. Além do mais, sou legítimo descendente do último Marquês de Marialva, que embora a história de Portugal afirma que o mesmo não teve filhos, mas teve sim com a irmã da Rainha da Áustria e mulher de Napoleão Bonaparte, que filho este bastardo foi criado por uma senhora de origem francesa que requereu - após o óbito do Marquês -seus direitos junto ao Governo Português e à Igreja, direitos estes negados por razões óbvias. (sugiro ao amigo Romão que estude a história de Portugal e de seus ilustres personagens). Meu avô paterno era formado em veterinária e química pela Universidade de Coimbra. Também era doutor em "Ciências Ocultas", título que não era reconhecido oficialmente pelo governo e muito menos pela Santa Sé, mas foi-lhe dado pela Maçonaria Portuguesa. Também, tive uma tia Freira e um tio seminarista Jesuíta.
Portanto meu amigo Romão. Não sou ignorante e meus conhecimentos seculares ultrapassam em muito os teus. (inclusive da história de Portugal, sendo eu brasileiro). Estudei Teologia nas escolas Católicas e também junto aos "Testemunhas de Jeová" e "Adventistas do Sétimo Dia". Minha Bíblia é uma rara edição do Padre Matos Soares, oriunda da edição do Bispo Antônio Augusto, da cidade do Pôrto, de 1933, difícil de interpretar devido à linguagem culta da época, sendo porém, a mais fiel tradução da "Vulgata Latina".
Finalizando, mostre o amigo tuas "credenciais" antes de falar impropérios contra o Rui ou teus blogues.
Grande abraço.
ANTONIO MARIA CLARET SOARES DE MARIALVA.

Rui Palmela disse...

Razão tinha Jesus quando dizia para não nos envolvermos em disputas ou discussões inúteis, caro Romão, pois os egos humanos se digladiam sempre pretendendo sobrepôr-se uns aos outros, cada um puxando para seu lado até à exaustão, ficando de ‘rastos’, magoados, feridos de morte, voltando à carga sempre com maior ímpeto, abrindo brechas na própria aura que é nosso escudo protector, ficando mais expostos e fragilizados ao meio negativo que nos circunda, podendo sofrer vários males desnecessários (físicos ou psicológicos) por incúria, soberba, teimosia, vaidade ou falta de humildade.

Esse é o principal problema do homem neste planeta que faz guerras e dissenções em nome de suas crenças e convicções. Jesus conhecia bem nosso carácter e personalidade melhor do que ninguém e por isso aconselhava que era melhor dar a outra face ou largar a ‘capa’ a quem quiser também nos tirar o ‘vestido’.

Pois bem, caro amigo, ainda não consegui fazer como Jesus ensina apesar de reconhecer que ele tem toda a razão, pois mais facilmente me curvo ao simples e ao humilde que me chama a atenção do que ao soberbo que me afronta e me desafia como tens feito julgando que tens todo o direito de fazê-lo em minha própria ‘casa’ (este espaço que dirijo) a ponto de dizeres que devo silenciar-me se não tiver argumentos suficientes que te agradem ou estejam de acordo com tuas crenças ou convicções bíblicas ou outras.

É preciso ter ‘lata’, caro Romão, e ainda te ofendes comigo por eu reagir de forma conveniente contigo, ou seja, com civismo e educação que me prezo ter tolerando sempre teus dislates ou acusações de que estou enganando as pessoas com assuntos que não entram na tua mente castrada e obstruida por dogmas e fantasias religiosas. E ainda por cima te armas em vítima quando foste tu que começaste todo o despropósito desta contenda se respeitasses mais as crenças e liberdade de pensamento dos outros. Ou, quando muito, poderias manifestar tua opinião contrária sem ofender nem considerar meu trabalho desonesto embora digas que me reconheces “mérito, sabedoria e genuína bondade”... Em que ficamos, caro irmão?

Penso que nos deixámos levar pelo ‘aracne’, ou seja, por aquele parte escura de nosso ser onde se escondem todos os baixos sentimentos que se manifestam quando deixamos que tal aconteça. Isso é sinal que ainda precisamos evoluir e aperfeiçoar muito nossa personalidade humana e dar maior espaço ao amor e compreensão que deve nortear nossa vida em todos os momentos, particularmente numa bela discussão. Afinal é dela que nasce a luz se soubermos escutar e analisar tudo com alma e coração. Entendes, caro Romão?

Não julgues que tudo sabes, temos muito que saber e aprender, e muitas coisas que rejeitamos hoje amanhã estaremos a defender com muita convicção. Tenho essa experiência, caro amigo! Não foi em vão que Paulo, o grande apóstolo de Cristo, dizia: “Analisai tudo e retende o que é excelente”.... Mas se não o fizermos, como podemos ser sábios e inteligentes?

Enfim, espero que aquilo que nos aproxima seja mais forte do que aquilo que nos separa.

Um abraço.

Anônimo disse...

Sr.Rui! o próprio Jesus falou que nem tudo poderia ser revelado.pela ignorancia do ser humano atrasado,um dia as pessoas vão tomar conhecimento
dessas verdades. Adoro seus posts,são muito inteligentes e verdadeiros e comprovados.

Giva Bastos disse...

A Verdade esta longe dos Humanos, muita conspiração, muita gente querendo lucrar com a situação, vejamos que muitos falam em Raças Alien, mas não mostra uma pequena prova de nada, apenas cria uma ilusão de determinado assunto. Pois estamos no inicio de maio e todos se calaram, muitos dizem do Youtube Horrores dos cataclismianas, mas até agora nada aconteceu. sei que ha muitas coisas acontecendo na escuridão, quem sabe um dia saberemos a VERDADE.

Rui M. Palmela disse...

Caro Giva Bastos, a Verdade vai sendo conhecida ou revelada a todos os que a procuram de coração. "Procurai e encontrareis, batei e abrir-se-vos-á" dizia Jesus Cristo referindo-se a ela no interior de cada um e muito mais coisas disse que respondem à sua questão, como por exemplo: "Quando todos pensarem que tudo está bem, virão de repente aqueles dias" de Juizo como os anunciados no seu Sermão.

Quanto ás Raças Alien no seio do Cosmos, certamente serão inúmeras, como as várias raças de seres humanos aqui na Terra. Não estamos sós no Universo, pode crer, e nem preciso de 'provas' para perceber isso, apesar de já existirem tantas ao alcance de quem as procura e os testemunhos de quem já contactou com esses nossos irmãos das estrelas.

Anônimo disse...

Como simples leiga, mas apaixonada sobre este tema, quero deixar o meu muito obrigada ao senhor Rui por toda a matéria investigada e escrita neste Blog. Continuarei a ler com o maior prazer . Bem haja. M. Conceição.

Related Posts with Thumbnails