quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

AS EXPLOSÕES SOLARES NO ANO 2012



Dizem os cientistas que as explosões solares se intensificam desde domingo (dia 22-1-2012) e que isso tem afectado o campo magnético da Terra e cujas ondas obrigaram a desviar voos comerciais que passavam pelos pólos, sendo esta uma mentira já que nenhum voo se realiza naquelas regiões geladas do mundo.

Os cientistas afirmavam também que as radiações chegariam à Terra durante a mesma semana e provocariam disturbios diversos nos satélites e radares afectando seu bom funcionamento e até mesmo provocariam cortes de energia nas centrais eléctricas do planeta.

Não tenho qualquer conhecimento que tenha acontecido isso e sim apenas o facto de terem passado algumas imagens nos noticiários de televisão sobre o magnífico espectáculo de auroras boreais difundidas pela NASA, mas suas verdadeiras origens podem ser outras que não as do Sol a 150 milhões de kilómetros da Terra, havendo mesmo a tese de que elas são formadas do seu interior onde existe um “sol central” que reflecte sua luz através das aberturas polares em determinadas alturas do ano e isso causa as famosas ‘auroras’ boreal e austral.

Doutro modo, porque é que as “tempestades solares” só originariam tais luzes nos céus do Ártico e Antártica  e não noutras partes do Mundo? Penso que os cientistas terão de explicar melhor ainda esse facto e dizer se o mesmo sucede junto aos polos dos Planeta Vénus e Marte, já que as explosões solares não ‘afectam’ apenas a Terra.

Fica aqui mais esta dissertação para quem quiser comentar ou dar sua própria opinião.

Rui Palmela


9 comentários:

L M Sequeira disse...

Caro Rui, penso que desta vez a sua "especulação" não tem grande solidez científica. A explosão solar foi bem medida e comprovada pelas sondas e radares... o alerta é que talvez tenha sido "sensacionalisticamente" aproveitado pelos media, tão desejosos de darem indicações que este ano se vai dar o fim do mundo...

A explicação científica para as auroras boreais e austrais é bastante bem conhecida e comprovada, e não há qualquer razão para pensar que seja outra coisa senão um efeito do vento solar nos campos electromagnéticos da Terra. Pode ver mais referências em http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20100305192604AA8LTJs

Vénus e Marte não têm magnetosfera, pelo que não têm auroras boreais/austrais como as nossas. No entanto, Marte parece ter algo de parecido, provavelmente devido a anomalias magnéticas fortes em certos locais da sua crosta. Essas "anomalias" não são nada de místico ou de mágico e existem na Terra também (conheço pelo menos uma na Beira Alta, cujos efeitos são bem mensuráveis, e fonte de muita superstição local).

A tese de que as auroras boreais/austrais são criadas por um "sol central" dentro da Terra (???) é tão credível como acreditar que as auroras são criadas por altos sacerdotes de religiões místicas do passado, cujos ensinamentos ainda perduram até aos dias de hoje, e que se encontram nos pólos a certas alturas do ano para praticarem as suas artes mágicas ancestrais... ou então são os Nazis nas suas bases subterrâneas na Antártida (e porque não no Ártico também), que estão a testar as armas que para lá levaram em 1945, ao fugir da 2ª Grande Guerra... se quiser elaborar teorias e teses místicas e ignorar as explicações científicas, pode inventar o que lhe apetecer. É bom entretenimento, torna o mundo um lugar muito mais mágico e divertido, mas não deixa de ser fantasia.

Rui Palmela disse...

Nem tudo o que é 'científico' é verdadeiro, caro amigo LM Sequeira, e a explicação das auroras boreais e austrais para mim fazem maior sentido o facto de serem provocadas do interior da Terra através das aberturas polares que a NASA bem conhece e cujas fotos de imagens tiradas por satélite comprovam isso.

Também já pensei do mesmo modo que vc por ter sido isso que aprendi nas escolas que não dizem tudo e onde existe ainda muita ignorância propositada face à verdadeira estrutura do Planeta.

Mas a mentria só reina enquanto a verdade não chega e ela já está sendo revelada nos tempos que vivemos porque "nada há em oculto que não se venha a conhecer nem por revelar que não se venha a saber"...

Creio sim que vão haver muitas surpresas e muitas teorias cientificas cairão por terra como frutos apodrecidos que caiem das árvores. Tenho eu essa certeza, mais do que a Ciência talvez que tarda em reconhecer factos que estão omitidos em nome de interesses que serão desmontados na hora em que todos conhecermos certas verdades.

Rui Palmela disse...

Já agora aconselho uma leitura ao meu artigo intitulado RESPOSTA A UM PSEUDO CIENTISTA DA ASTROPT no seguinte link:

http://misterios-desvendados.blogspot.com/2011/12/resposta-um-pseudo-cientista-do-astropt.html

L M Sequeira disse...

Ah, não me tinha apercebido que era um crente na "Terra Oca"... daí a sua "explicação" para as auroras boreais/austrais.

Bom, não sei o que lhe diga, pois não quero abalar as suas crenças e convicções. Quando se trata de questões de fé, não quero de todo prejudicar aqueles que acreditam.

Li o seu artigo, mas sabe, o problema de todas essas "teorias" é que não passam de sonhos especulativos, veiculados por quem tem muito carisma e capacidade de argumentação em público. Mas não têm qualquer ponta por onde se lhe pegue. A maioria dos autores dessas teses desconhecem por completo o tipo de experiências científicas que permitem capturar com rigor a composição do interior do núcleo da Terra, e que hoje em dia não é totalmente "misterioso". Essas experiências são reproduzíveis e os resultados publicados em revistas científicas cujos artigos são verificados pelos seus pares. Nenhuma teoria de "Terra Oca" consegue dar uma explicação, nem de perto nem de longe, que se ajuste aos factos mensuráveis. Devem, pois, ser rejeitadas por falta de fundamento.

Claro que pode alegar que se trata tudo de uma teoria enorme da conspiração para ocultar a Verdade, e que todos os peritos em geologia, sismologia, e inúmeras outras áreas da ciência que exploram o interior da Terra com os seus equipamentos e mecanismos estão na realidade todos eles combinados entre si para divulgarem apenas um resultado previamente combinado. O absurdo deste tipo de ideia é que presume que há décadas (antes mesmo sequer de haver Internet!) que todos esses peritos guardam o Segredo, e que novas gerações de cientistas, antes de sairem das universidades e começarem a investigar por sua própria conta, de alguma forma recebem uma iniciação secreta numa sociedade para ocultar a Verdade da Terra Oca...

Não posso evitar que continue a acreditar no que quiser, mas peço-lhe apenas que pense um pouco sobre este cenário: mais de meio século de alunos de universidades a sairem dos seus cursos em todo o mundo, todos eles secretamente fazendo um juramento à saída das universidades... estamos a falar de centenas de milhares de investigadores! Estarão mesmo todos eles sob juramento? Pelo menos dois não estão, que são amigos meus... um dos quais perito em sismologia que sabe perfeitamente como replicar qualquer experiência que mostre que não existe nenhuma Terra Oca e confirmar, por si só e sem influência de nenhuma Sociedade Secreta para a Supressão da Verdade, os resultados publicados há décadas em todo o mundo.

Não se trata de apenas "ocultar a verdade" nas escolas ou universidades. Trata-se de impedir que os cientistas, nos seus laboratórios, confirmem ou neguem os resultados da investigação sobre o interior da Terra. E essa supressão da investigação não se consegue fazer sistematicamente durante mais de meio século.

L M Sequeira disse...

Mande-me lá algumas fotografias do site da NASA onde se vêem essas entradas nos pólos... pois se se está a referir a fotos como esta: http://www.xenophilia.com/zb/zb0008/hole.jpg (ou http://www.v-j-enterprises.com/janpicts.html)

pode ver aqui a mesma foto em maior dimensão: http://www.hq.nasa.gov/office/pao/History/alsj/a16/AS16-118-18885HR.jpg (esta sim, do site da NASA) Se ampliar esta foto, pode ver a linha costeira do Ártico: http://img413.imageshack.us/img413/4212/holehighrescr0.jpg Nota-se perfeitamente que este "buraco" não é mais do que um anti-ciclone, que nas fotos de má qualidade replicadas nos sites dos crentes da teoria da Terra Oca aparece sempre meio borrado para dificultar a identificação.

Os crentes também dizem que esse "buraco" está exactamente no Pólo Norte, o que não é verdade — basta comparar a imagem com um globo terrestre: http://img235.imageshack.us/img235/1512/comparejd5.jpg ou http://img115.imageshack.us/img115/2503/compositeoy7.jpg (imagem sobreposta ao globo terrestre). Vê-se muito bem na imagem com as nuvens onde está a linha costeira dos EUA e da Flórida pelo que é facil orientar o globo — o anti-ciclone está, pois, a cerca de 3500 km de distância do Pólo Norte e entre o Alasca e a Rússia, no Mar de Bering — mesmo que o "buraco" de entrada fosse aí e não no Pólo Norte (podia-se alegar que o anti-ciclone está apenas por cima do buraco), as "teorias" de que seria possível lá entrar... só se fossem de submarino!

(Fonte: http://www.bautforum.com/archive/index.php/t-63199.html)

Na realidade, mesmo que se alegue que essa foto da NASA é forjada (ou mesmo que todas as fotos da NASA sejam sistematicamente forjadas), e que o buraco na realidade está mesmo sobre o Pólo Norte, é sabido há décadas que não há "terra firme" por baixo do Pólo Norte, mas apenas... água. Tanto é assim que foram vários os submarinos que passaram por baixo do Pólo, e nalgumas expedições, vieram à superfície, como pode ser visto nos seguintes artigos: http://www.john-daly.com/polar/arctic.htm ou http://www.athropolis.com/news/submarines.htm — mas há muitos mais. A página da Wikipedia também fala de expedições recentes, levadas a cabo pela Rússia, onde se atingiu o Pólo Norte não apenas por submarino, como se investigou o leito do oceano.

Não há por lá nenhum buraco.

Agora claro que está no seu direito em acreditar que todas estas expedições, levadas a cabo pelo menos desde 1958, por vários países diferentes e em circunstâncias muito distintas, fazem parte da Grande Teoria da Conspiração para "encobrir a verdade", e que nada impede que todas as fotos e relatórios extensos sejam forjados. Mas alegre-se: é que hoje em dia é possível a qualquer turista viajar até ao Pólo Norte e comprovar, por si mesmo, se há lá algum buraco ou não. Esta página explica algumas das opções possíveis: http://thenextchallenge.org/2010/11/how-to-north-pole/ e tem uma lista de itinerários, agências... e custos! A viagem é bastante cara, mas não deve ser um impeditivo para quem queira comprovar, com os próprios olhos (por não acreditar em ninguém), de que não há buraco nenhum no Pólo Norte. "Ver para crer", já dizia S. Tomé, está ao seu alcance nos dias que correm.

Rui Palmela disse...

Caro LM Sequeira,

A foto que refiro (tirada pelo satélite ESSA-7 em 1968) está exposta logo no primeiro artigo da lista deste meu Blog "A TERRA OCA" onde abordo esta questão que está merecendo cada vez mais atenção por parte de quem acredita que o Almirante Richard Byrd não foi nenhum impostor nem visionário e sim comprovou aquilo que nenhum 'turista' ainda conseguiu deslocar-se até lá mesmo pagando caro.

De resto, o Diário do oficial da Marinha dos EUA explica inclusive que ele foi impedido de falar abertamente sobre o assunto mas várias décadas depois seu registo dos acontecimentos viriam a ser conhecidos tal como indico na minha página VIAGEM À TERRA OCA em memória de Richard Byrd que pode ver aqui:

http://www.novaera-alvorecer.net/a_terra_oca.htm

Quanto ás minhas convicções pessoais, não são uma questão de fé e sim crença de que há verdades sobre o nosso Planeta que foram omitidas propositadamente pelos governos de vários paises, sendo os EUA aquele que lidera todo esse 'complot' como é o exemplo do que se passa face aos Ovnis e Extraterrestes que outros paises do mundo já reconheceram oficialmente sua existência.

Porém, mais cegos são os que não querem ver nem conhecer algo que é diferente daquilo que nos inpingiram nas escolas e universidades dominadas pelo próprio 'sistema'.

Creio, por fim, que já estamos vivendo num tempo em que muitas verdades omitidas vão ser conhecidas e muitas mentiras serão desmanteladas.

Rui Palmela

Anônimo disse...

Amigo e irmão Rui Palmela.
Dirijo minha dissertação em especial ao irmão Sequeira.

O que denominamos "Terra ôca" não significa que a Terra seja semelhante à uma bola de futebol. Significa que existem "bolsões" ou cavernas de maior profundidade que podem sim abrigar vidas intraterrenas. Tais "bolsões" não são atingidos ou não sofrem o aquecimento do magma terrestre, razão pela qual existem as geleiras polares. Lí recentemente que os Russos estão a perfurar a geleira Antártica e já encontraram um lago submerso líquido. Ora, o referido lago existe, logo, deve haver um equilíbrio sub-atmosférico que o mantém e provavelmente neste lago deve haver vida vivente. Em muito pouco tempo teremos o resultado de tal façanha, mesmo porque os Russos estão tendo o sábio cuidado para não "poluir" o lago com nossa atmosfera. Se comprovada alguma forma de vida no referido lago, ninguém mais poderá duvidar do Byrd ou de Julio Verne e a teoria da "Terra ôca" estárá confirmada.
Por outro lado,filosíficamente falando, a mente humana não inventa nada! (aumenta, mas não inventa). A mente humana simplesmente "decodifica" experiências vividas ou intuídas, sendo que o empirismo histórico tal tem demonstrado. Outrossim, cometemos um crasso êrro científico quando nos lançamos ao "espaço" (por ambição dominatória) antes de estudarmos amiúde o próprio Planêta. Resultado; "chovemos no molhado". Também, por estes dias, foi descoberta uma criatura bacteriana no fundo do oceano que resite à temperatura de mais de 240 graus centígrados e que os cientistas admitem por ter origens extraterrestres. E daí, caro Sequeira, tudo isto é diversão?
Quanto as radiações fortíssimas emanadas do sol, estas estão sendo defletidas ou desviadas para não atingirem o magma terrestre o que poderia produzir efeitos devastadores ao Planêta, embora os cientistas já previam tal. Quem está desviando as radiações solares? Certamente não é o "mágico de OZ". Segundo os "contactados humanos" os Ets estão agindo - cientificamente - para evitar uma catástrofe global. Por quê não acreditar nisso? Será que o amigo Sequeira (sequer) ainda duvida da existência dos Ets? Ou ainda (se queira) duvidar que o homem pisou na Lua? ( A brincadeira com vosso nome é só para relaxar; coisa de brasileiro e também português) Eh, Eh. Aliás achei primorosas as dissertações do amigo e demonstram grande conhecimento. Somente re-afirmo que a mente humana não inventa nada, mas tão somente trabalhacom informações nela armazenadas do passado, do presente e intuição do futuro, para não dizer que presente-passado-futuro são abstrações didáticas da terceira dimensão.
Como diz nosso amigo Rui...
Pausa para reflexão.
Antonio Maria Claret Soares de Marialva.

Rui Palmela disse...

Querido Amigo e irmão de alma do outro lado do Atlântico:

Gostei de teu comentário dirigido ao LM Sequeira que tem alguma dificuldade de lidar com a tese da "Terra Oca" que também já considerei disparatada noutros tempos quando não tinha ainda determinados conhecimentos. Também reagi na altura contra essa ideia que hoje aceito completamente e por isso compreendo bem as resistências do LM Sequeira a este respeito.

Porém, tal como dizes, a mente humana não inventa nada, aumenta mas não inventa, e já estamos vivendo um tempo em que "nada há em oculto que não se venha a conhecer", nem por revelar que não se venha a saber...

A ciência, de resto, está constatando coisas que os génios já vislumbravam e apenas vão confirmando aquilo que há muito nos transmitiam ou contavam. O exemplo de Julio Verne com sua sua "Viagem ao Centro da Terra" e "Vinte Mil Léguas Submarinas" não eram apenas histórias de 'ficção' inventadas e sim verdades veladas que foram transmitidas desse modo e vão sendo confirmadas à medida que os cientistas do séxulo XXI se vão libertando de preconceitos e avançando no Conhecimento que já se possuia desde então.

É tudo uma questão de tempo e ele está chegando rapidamente...

Um abraço aqui de Portugal e

"Pausa para reflexão!

Anônimo disse...

eu adorei oq vc fala e explica sobre a explosao solar

Related Posts with Thumbnails